Bocha 2019
De 2 de agosto a 7 de dezembro de 2019

Regulamento

       

 

 

 

ESTADO DE SANTA CATARINA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NAVEGANTES
FUNDAÇÃO DE ESPORTE E LAZER

CNPJ: 04.238.015/0001-43

 

         

 

31 º CAMPEONATO MUNICIPAL DE BOCHA   2019.

 

R E G U L A M E N T O.

 

Art. 1º - O Campeonato será disputado no regime de DUPLA e terá a participação de dez equipes.

As equipes jogarão entre si, em turno e returno. Classificando as quatro (04) primeiras equipes para a fase final do Campeonato.

 

- 01º geral X 04º geral

- 02º geral x 03º geral

  

Disputarão GRANDE FINAL os VENCEDORES e os Perdedores decidirão terceiro e quarto lugares.

 

Art. 1º - A disputa do campeonato terá início no dia 02 de agosto de 2019. E assim subsequente todas as sextas-feiras. 

 

Art. 2 º - Cada jogo será composto de 03 (três) partidas, valendo um ponto cada partida.

 

Art. 3º - A equipe que comparecer somente com duas duplas poderá jogar, disputando somente dois pontos. Sendo que o terceiro ponto pertencerá a equipe adversária. No caso de reincidência será automaticamente eliminada do campeonato.

 

Art. 4 º - Cada equipe será composta de no máximo 12 (doze) jogadores inscritos.

 

Art. 5º - O árbitro do jogo será responsabilidade do visitante. Integrante da equipe

 

Art. 6 º - A equipe poderá substitui 01(um) jogador em cada partida sendo um de cada lado e o jogador substituído não poderá retornar ao jogo no mesmo dia.

 

Art. 7º - O jogador bolador não poderá ultrapassar o risco antes da bola atingir o alvo, já ponteiro poderá seguir a bola assim que efetuar a jogada.

§1º - quando é queimada a bolada, o jogo volta à posição em que encontrava.

            §2º - somente o árbitro poderá queimar a bola ou o risco.

§3º - não será permitido ao jogador adversário ficar junto ao risco muito menos a frente do mesmo na hora da jogada.

 

Art. 8º - O jogador, no momento em que soltar a bola, não poderá bater com esta na frente do risco e depois voltar, caso em que a mesma será queimada.

 

Art. 9 º - O jogador não sofrerá penalidade se jogar o bolim com a bola na mão. 

 

Art. 10º - O bolim no começo de cada jogada deverá ultrapassar o meio da quadra, não podendo ultrapassar o último risco da cancha, sob a pena do mesmo (bolim) ser considerado queimado.

 

Art. 11º - Somente os jogadores do lado da jogada poderão observar a disposição das bolas, os demais tem que esta fora da cancha de jogo.

 

Art. 12º - Poderão participar do campeonato todo atleta que já tenha participado de algum Campeonato Municipal e mais (03) três jogadores que não tenha nenhum vinculo com o Campeonato Municipal e a cidade de Navegantes.

 

Art. 13º - Na denuncia de qualquer jogador incluso no art. 12º, O requerente tem que apresentar dados que provão a irregularidade a comissão organizadora e sendo verdadeira a acusação. A equipe será eliminada. 

 

Art. 14º - Toda equipe acompanhada de torcida se responsabilizará pela integridade física e moral do adversário, membros da comissão, da equipe e dos árbitros.

 

Art. 15º - A equipe, membros da torcida, donos de cancha que tentarem ou agredirem a equipe de arbitragem, será automaticamente eliminada da competição.

 

Art. 16º - O jogador que estiver em situação de jogo (uniformizado) só poderá fazer torcida a favor de sua equipe, não poderá fazer torcida contra o adversário, sob pena de perder a bola.

Parágrafo único: Neste caso, se não houver mais bola a ser jogada, perde-se a bola que estiver mais próxima do bolim. 

 

Art. 17º - A torcida não poderá utilizar instrumentos de batuque ou corneta nas cabeceiras da cancha. Nem bater com as mãos na lateral interna da cancha.

Paragrafo único: No restante do Clube ou Bar poderá ser usado qualquer tipo de instrumento musical ou batuque.

 

Art. 18º - Ao proprietário da cancha cabe colocar um jogo de bolas novo, por ocasião do Campeonato.

 

Art. 19º - Em cada partida serão colocadas 02 (duas) cervejas, ou seja, 06 (seis) pelas três partidas de cada dia, que serão pagas pela equipe perdedora de cada partida, para compensar despesa do proprietário da quadra.

 

Art. 20º - Será de responsabilidade da equipe mandatária a entrega da súmula até a quarta-feira seguinte ao jogo na Fundação de Esporte.

 

§1º terão que ser anotados os pontos da partida na súmula de cada jogo.

§2º Caso a sumula não tenha sido entregue ate o prazo previsto será descontado 01(um) ponto da equipe.

 

Art. 21º - Na falta de energia elétrica as equipes deverão esperar 30 (trinta) minutos. Caso a energia não volte dentro deste intervalo, a partida será suspensa e reiniciada em outra data e no mesmo local, com os mesmos pontos e resultados quando da suspenção.

 

Art. 22º - Em caso de temporal que atinja a estrutura física da quadra de jogo, cabe as equipes verificarem se a mesma tem condições de jogo.

 

Art. 23º - Para uniforme da equipe, as camisas devem ser iguais. Sendo permitido jogar a primeira rodada sem nenhuma penalidade.

Parágrafo único: não é permitido jogar com sapato de salto, sandália de dedo ou descalço.

 

Art. 24º - À equipe visitante cabe escolher cor da bola, que permanecerá a mesma para as três partidas, inclusive direito a saída.

Parágrafo único: a equipe mandatária deverá colocar a sua equipe em primeiro lugar na cancha.

 

Art. 25º - Todos os jogos deverão ser iniciados as 20:00hrs, com quinze minutos de tolerância para a primeira e mais quinze minutos para a segunda partida. A partir desse horário, o atraso será considerado WxO (que valerá os três pontos da partida).

 

Art. 26º - Todo ato considerado antidesportivo praticado pelos atletas ou qualquer pessoa nas dependências da cancha, quando a realização da partida ou em razão dela, deverá ser feito um comunicado por escrito e entregue a um dos componentes da comissão ou na Fundação de Esportes, para que sejam posteriormente, em tempo hábil, julgados pela própria comissão.

Parágrafo único: o prazo para julgamentos e defesa será até a próxima quinta-feira após o jogo.

 

Art. 27º - Na jogada se algum jogador bater na bola se for dele próprio a mesma será queimada se por acaso a bola for do adversário o juiz queimara a bola do infrator mais próxima do bolim. No caso se o jogador bater no bolim voluntariamente ou involuntariamente a sua equipe perderá 08 (oito) pontos no placar e ainda da o direito do adversário iniciar a próxima jogada.

 

Art. 28º - Se alguma equipe facilitar ou entregar ponto e for comprovado por duas testemunhas, automaticamente as duas equipes serão eliminadas do campeonato.

 

Art. 29º - A inscrição da equipe confirma que a mesma aceita todos os artigos e parágrafos contidos neste Regulamento, não podendo posteriormente alegar que desconheciam o conteúdo do mesmo.

 

Art. 30º - Os casos omissos a este regulamento serão resolvidos primeiro pelos capitães no dia do jogo. Não tendo acordo será encaminhado para Comissão Organizador em Assembleia Geral ou Extraordinária, no que for necessário.

 

Art. 31º - A final deverá ser realizada na cancha do time que fizer o maior número de pontos da primeira fase e estiver entre as quatro FINALISTAS. No caso de chaves com número inferior de equipes, deverá ser calculado uma média levando em consideração o número de jogos.

 

Art. 32º - Critérios de desempate:

a) Entre 2 (duas) equipes:

1. Confronto direto;

2. Saldo de Pontos;

3. Pontos a favor;

4. Pontos Contra

5. Jogo extra. Cada equipe escolhe uma das canchas participante do Campeonato e é feito o sorteio de qual das duas canchas será realizado o Jogo Extra.

b) Entre 3 (três) ou mais equipes:

Será o mesmo procedimento do Art 32º excluindo o confronto direto.

 

Art. 33º - As equipes são obrigadas a participarem do torneio início e pagar uma taxa de R$ 100,00 para o proprietário da Cancha Sede do Torneio. A equipe que não efetuar o pagamento desta taxa, será eliminada do torneio início e perderá seis (06) pontos na classificação do Campeonato.

 



FME Navegantes
Endereço: Avenida Prefeito José Juvenal Mafra, 500 - Centro - Navegantes - SC
Telefone: (47) 3319-0379
E-mail: